Pessoa buscando uma organização financeira

8 dicas incríveis para manter uma organização financeira no seu negócio

A organização financeira é uma questão extremamente importante para o sucesso de qualquer tipo de negócio, permitindo um crescimento sustentável e com menos riscos.

Não tem outra alternativa, você precisa estar preparado para lidar com o aspecto financeiro caso deseje competir com outras empresas que estão no mercado.

Melhorar a gestão financeira de uma empresa é uma questão que precisa ser constantemente buscada e atualizada por quem busca ter um negócio próspero e apto a concorrer no mercado. É por isso que essa é uma das principais preocupações dos gestores de negócios, já que muitos empreendedores têm dificuldades com o assunto.

Pensando nisso, preparamos algumas dicas que ajudarão você a manter uma organização financeira no seu negócio, independente do ramo ou porte. Se é isso que você procura, continue lendo esse texto!

Antes de seguir para as dicas, é muito importante que você entenda o que é organização financeira.

O objetivo de organizar as finanças de um negócio não significa apenas manter as contas no azul. Gestão financeira está atrelada aos recursos monetários da empresa, sua capacidade de captar recursos e de investimento. Assim, é possível evitar que um negócio feche as portas de forma precoce.

Confira abaixo 8 dicas que vão te ajudar a entender melhor esse processo:

#01. Faça um planejamento

O primeiro passo é criar um planejamento estratégico para organizar as contas. É preciso detalhar de maneira cuidadosa todas as operações que envolvam a entrada e saída de dinheiro: folhas de pagamento, vendas, compras, marketing, gastos com fornecedor, despesas do local (como aluguel, telefone, água e energia) e todas as outras coisas que participem do fluxo de caixa. Liste tudo isso e coloque os gastos previstos para cada um.

Desta maneira, havendo um planejamento correto, é possível prever as entradas e saídas do caixa, possibilitando que você tome decisões com uma certa antecedência. O controle do fluxo de caixa é imprescindível para garantir sua lucratividade.

Além disso, é importante definir as metas e objetivos que a empresa deseja alcançar. A partir daí, será possível estabelecer prioridades e tomar decisões de forma mais clara e acertada.

#02. Não deixe de administrar o seu estoque

O gerenciamento de estoque é fundamental para potencializar o seu capital de giro. É importante manter uma quantidade de mercadorias que esteja em sintonia com o seu fluxo de vendas, ou seja, na medida certa. A regra é clara: nem mais, nem menos.

Com isso, será possível evitar desperdícios, já que muitos produtos possuem datas de validade e estão sujeitos a possíveis danificações ao longo do tempo.

#03. Utilize mecanismos que facilitem a gestão

A utilização de ferramentas que facilitem a gestão de um negócio é um importante aliado, principalmente quando a intenção é facilitar uma organização financeira.

O uso da tecnologia pode estar presente nesse ponto. Um erro comum é pensar que a aquisição de softwares e instrumentos de gestão será um gasto desnecessário. Pelo contrário, o uso dessas ferramentas possibilita uma enorme economia de tempo, maior organização, melhor controle de estoque e outros benefícios que farão muita diferença.

Quer saber como aplicar e aumentar a automação de processos? Clique aqui e veja esse outro conteúdo que preparamos para você!

#04. Não misture dinheiro particular com o da empresa

Embora não seja correto, muitos empresários, principalmente de empresas menores, misturam gastos pessoais com as contas da empresa. Isso gera uma enorme bagunça na organização financeira.

Pensando nisso, é muito importante manter contas bancárias distintas. Retirar dinheiro do caixa da empresa para pagar despesas pessoais é uma estratégia que pode trazer várias consequências.

Os gestores precisam entender que lucro é uma coisa e faturamento é outra. Assim, será possível evitar que um dinheiro destinado ao pagamento de fornecedores, por exemplo, seja utilizado de forma equivocada.

#05. Tenha uma equipe empenhada no controle de gastos

Você já pensou nos benefícios de tornar a gestão financeira colaborativa? É aqui que você vai conscientizar todos os profissionais envolvidos.

Todo mundo pode ajudar no controle e redução de custos, nas necessidades de gastos conscientes, na sinalização de possíveis alternativas econômicas e nos desejos de lucros. Zelar pelo negócio é um compromisso que precisa ser levado muito a sério.

Desta forma, todo mundo ganha. Isso precisa ficar bem claro para todos os colaboradores envolvidos, já que todos dependem da empresa para conseguir renda. O sucesso do negócio só será possível se todos ajudarem, e tudo ficará mais difícil sem essa percepção generalizada.

#06. Tenha cautela antes de pedir empréstimo

Será que pedir um empréstimo é mesmo necessário? Isso precisa ser pensado com muita cautela, afinal, há outras alternativas que podem ser mais interessantes para o que você necessita no momento.

A busca de um empréstimo precisa ser pensada apenas em último caso. Assim, outras possibilidades podem ser cogitadas, como ações de vendas para dar fôlego ao negócio, corte de despesas desnecessárias ou, quando possível, buscar renegociar dívidas que estão atrapalhando. Com ajustes internos, vários problemas da sua empresa podem ser resolvidos.

Além de tudo isso, é necessário garantir que o negócio tenha capital de giro, evitando que você recorra a empréstimos em momentos de crise para arcar com compromissos simples, como o pagamento do décimo terceiro salário aos funcionários.  

#07. Evite gastos desnecessários

Quer expandir sua empresa para um local maior, contratar mais funcionários ou aproveitar uma promoção com o fornecedor? Tenha muito cuidado!

Mudanças para locais maiores do que o negócio necessita, gastos desproporcionais com produtos que não possuem um grande fluxo de venda e contratação de funcionários além da demanda são alguns dos erros comuns. Tudo precisa ser pensado com muito cuidado e planejamento, evitando gastos desnecessários que prejudiquem o andamento do negócio.

#08. Reserve uma parte do lucro para investimentos

Reinvestir os lucros na própria empresa é uma questão de sobrevivência no mercado. 

Existem diversas formas de investir o lucro da sua empresa, seja em treinamento de funcionários, novos equipamentos, estrutura da companhia ou em ferramentas que facilitem a continuidade do negócio. As possibilidades são amplas e isso fará muita diferença frente à concorrência.

Alguns especialistas no assunto recomendam que, em média, de 15% a 30% do lucro líquido deva retornar para a empresa. Portanto, o gestor precisa compreender que a reaplicação dos lucros é fundamental para manter a competitividade no mercado, além de proporcionar um crescimento muito mais sólido.

Conclusão

A gestão financeira abrange diversos fatores que são de extrema importância na gestão de um negócio. Tudo precisa ser pensado com muito planejamento, responsabilidade e prudência.

Um simples erro de organização financeira pode, sem dúvidas, trazer sérias consequências no desempenho de uma empresa. É por isso que nem sempre a gestão financeira deve ser feita apenas internamente. Muitas vezes uma ajuda especializada é necessária, já que as finanças exigem, em alguns casos, conhecimentos específicos e mais aprofundados.

Manter as informações financeiras atualizadas vai permitir uma melhor administração dos recursos, evitando gastos desnecessários e possibilitando investimentos essenciais. 

Não deixe de buscar alternativas viáveis para facilitar o controle financeiro da sua empresa. O mercado está em constante atualização e evolução, ou seja, sempre pesquise e busque aprender mais sobre esse e outros assuntos.

Quer saber quando uma empresa deve fazer uma estruturação financeira? Clique aqui e veja essa outra postagem que preparamos para você!

Banner 08

John Doe

John Doe

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur adipiscing elit dolorLorem ipsum dolor sit amet consectetur adipiscing elit dolorLorem ipsum dolor sit amet consectetur adipiscing elit dolor


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *