Pessoa com Estresse no Trabalho

Estresse no trabalho: Saiba as 5 principais causas e como evitá-las.

O estresse no trabalho pode muitas vezes nos tirar do sério, nos fazer quebrar a cabeça em diversas situações e fazer com que o estresse seja nosso fiel companheiro.

Lidar diariamente com situações ou um ambiente estressante pode ser bastante danoso a saúde do trabalhador e afeta também a produtividade da empresa.

O ambiente corporativo acaba exigindo demais de nós, são relatórios, campanhas, pagamentos, pessoas ou pode ser todos esses elementos de uma única vez. 

Embora as situações diárias da rotina de trabalho seja a causadora de alguns dos estresses, por diversas vezes carregamos ele durante o restante do dia e em todos os lugares que passamos. 

Tentamos incansavelmente superar nossos limites e nos manter sempre úteis e ativos, mas é necessário ficarmos atentos, pois excesso de demandas pode agravar o estresse gerado no dia a dia. 

Na sua empresa, as condições que podem gerar estresse estão sob controle? E você sabe quais as causas? Sabe como preveni-las?

Nesse post explicaremos algumas das causas e daremos 3 dicas para manter um ambiente de trabalho saudável

O que pode causar o estresse no ambiente do trabalho?

Antes mesmo de abordar as formas de prevenção, é importante conhecer quais são os fatores que podem ocasionar o estresse no ambiente de trabalho. 

Podemos citar como os principais fatores que mais levam as pessoas a terem estresse no trabalho: excesso de tarefas, dificuldades em conciliar vida pessoal com profissional, conflitos com pessoas da equipe e/ou até mesmo problemas com as políticas da empresa, entre tantas outras. 

Vamos nos aprofundar um pouco mais nas causas que mais se destacam como responsáveis pelo estresse. 

Competitividade exacerbada

A competitividade exacerbada com a busca incansável por resultados, criam um ambiente propício para a ocorrência do estresse no trabalho.

A pressão geralmente ocorre quando são estabelecidas metas inalcançáveis, fazendo com que os envolvidos se esforcem de forma incomum para tentar atingi-las. Com isso, é criada uma competição entre os profissionais, o que pode comprometer o relacionamento entre colaboradores.

 Além disso, nessa situação é aberta a possibilidade de grande frustração por parte dos colaboradores, possibilitando a crença de que são profissionais incapacitados ou insuficientes para tais demandas. 

Sobrecarga de trabalho

Algo que tem se tornando comum, é levar demandas de trabalho para casa, buscando resolvê-los após o expediente ou até mesmo em finais de semana, ocupando seus momentos de folga e lazer.

Essa situação pode ocorrer  devido à sensação de que o que ele faz não é suficiente ou quando não consegue delegar algumas tarefas a seus subordinados, criando uma probabilidade de se desenvolver, de maneira silenciosa, um quadro de estresse ocupacional.

Distribuição inadequada de responsabilidades

Nada mais estressante do que a distribuição inadequada de responsabilidades e tarefas para um colaborador.

É altamente estressante para um profissional, quando é delegado atividades que não condizem com a sua função e/ou não tem nada a ver com a sua formação, ou experiência.

Infraestrutura Problemática

Se não há boas condições na infraestrutura para que seus colaboradores desempenhem suas funções e rotinas adequadamente, isto estará contribuindo para um ambiente de trabalho mais estressante.

Imagine ter que desempenhar suas atividades com a falta de material adequado, móveis desgastados, maquinário antigo, equipamentos com defeitos, iluminação precária, espaço pequeno e mal ventilado e até mesmo falta de higienização? São exemplos de como a infraestrutura poderá interferir no estresse e desgaste no ambiente de trabalho. 

Ausência de plano de carreira e salários incompatíveis com a função

Um profissional que trabalha muito, é pouco reconhecido e não remunerado proporcionalmente com a sua demanda de trabalho, tende a ficar estressado e desmotivado. Assim como a falta de perspectiva em relação ao seu desenvolvimento e crescimento profissional, se tornando um gatilho para uma condição de estresse. 

Pessoa desmotivada por Estresse no Trabalho
Foto de Andrea Piacquadio no Pexels

3 dicas para evitar e manter um bom ambiente de trabalho

Largar tudo não é uma solução viável para que deixemos nosso estresse de lado, muito pelo contrário. A forma que nos sentimos úteis no mundo é com o nosso trabalho. 

Vamos abordar 3 dicas para evitar esses picos de estresse.

  1. Reconhecer e dimensionar o problema

É necessário quebrar a crença de que um ambiente corporativo é estressante e desgastante para um  profissional. 

Para cada situação do dia a dia cabe enfrentá-las em condições saudáveis, criando alternativas que protejam a saúde física e mental dos colaboradores.

Essa, é uma etapa que requer reconhecimento, pois se trata de uma situação natural na rotina empresarial. 

Não minimizar ou ignorar o  problema é um passo importante para combatê-lo.

  1. Organização das tarefas

A sobrecarga ocorrerá em algum momento de sua trajetória profissional, e ter um cronograma, ajudará no desenvolvimento das tarefas de forma mais tranquila. Tanto para você quanto para a empresa, é essencial evitar o desgaste de atividades intensas.

  1. Incentivar comportamentos saudáveis

Um  fator importante, é o incentivo de práticas e comportamentos saudáveis dos colaboradores. 

Pode ser iniciativas que estimulem a alimentação saudável ou a prática de atividades físicas, como a ginástica laboral, um dia de café da manhã saudável, são ótimos exemplos.

Outro comportamento saudável é o reconhecimento dos seus limites. 

É comum determinar prioridades na nossa rotina, mas no momento que tudo vira prioridade, todas deixam de ser.  Com isso, reconheça seu limite humano. 

Se você recebe uma carga de trabalho maior do que a que consegue efetuar, é chegada a hora de conversar com seu supervisor para que sejam encontradas soluções viáveis. 

Concluindo

É tarefa de um bom gestor identificar motivos que possam causar estresse e desmotivação na equipe, buscando soluções inovadoras para a empresa como um todo.

Tratar sobre o estresse no trabalho é uma pauta séria e que vem sendo bastante discutida nos últimos anos. 

Investir na qualidade de vida dos seus colaboradores é um investimento com retorno certo. Nada melhor que um ambiente de trabalho saudável e agradável para todos, não é mesmo?  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *